so-pretty.info

Blog da fotografia portuguesa interessada em viajar. Meu nome e Bruno e espero que voce goste do meu site

CD FAFA DE BELEM VERMELHO 20 GRANDES EXITOS BAIXAR


Veja créditos, avaliações e faixas e compre a edição de CD de Vermelho - 20 Grandes Êxitos no Discogs. View credits, reviews, tracks and shop for the CD release of Vermelho - 20 Grandes Êxitos on Discogs. Fafá de Belém - FAFA DE BELEM - Vermelho: 20 Grandes Êxitos. Compra as Êxitos. Fafá de Belém (Intérprete) FAFA DE BELEM (Intérprete) (CD Álbum).

Nome: cd fafa de belem vermelho 20 grandes exitos
Formato:ZIP-Arquivar
Sistemas operacionais: iOS. Windows XP/7/10. MacOS. Android.
Licença:Apenas para uso pessoal (compre mais tarde!)
Tamanho do arquivo:17.79 MB

A partir dos anos 80, Francis começou também a escrever peças eruditas. O Vento Jota Quest 21 Playlisteiros que votaram:. E no novo show é a mesma coisa. Depois da folia, a artista recomeça sua turnê nacional e também volta ao exterior, no dia 08 de março, como convidada do Cabo Verde Music Awards. Após imitar todos os maneirismos dos cantores do estilo, Dodô também dançou. Elton John — Your Song Eu nem esperava. Valorizamos as coisas do espírito e cantando estamos mais próximas de Deus. The Byrds — Eight Miles High E também com a ajuda da internet. Antes, porém, recebe Timóteo e Rayol em Sangrando , de Gonzaguinha. Adriel, da banda Pollo, trouxe e seu rap para o baile, completando a fórmula do combustível que incendiou por horas o bar do Hotel Laje de Pedra e colocou para cantar e dançar astros de todas as vertentes musicais. Fotos arquivo pessoal. O canto da cidade, Daniela Mercury; 3. O serviço do hotel, em Canela, no Rio Grande do Sul, foi exemplar. A faixa foi escrita pelo artista quando ele iniciou no universo musical, com apenas 16 anos. Vai vir muita coisa mais madura desses 15 anos. Aí o meu primeiro casamento acabou. Atualmente, o humorista possui um vlog na rede social, atualizado todas as terças e quintas-feiras. A UBC e demais associações que representam a classe artística questionam a constitucionalidade da lei que regulamenta os direitos autorais, a

View credits, reviews, tracks and shop for the CD release of Vermelho - 20 Grandes Êxitos on Discogs. Fafá de Belém - FAFA DE BELEM - Vermelho: 20 Grandes Êxitos. Compra as Êxitos. Fafá de Belém (Intérprete) FAFA DE BELEM (Intérprete) (CD Álbum). Todas as letras do álbum Vermelho: 20 Grandes Exitos por Fafá de Belém. 01) Vermelho (Chico da Silva) 02) Augusto e Fafá de Belém) 04) Meu. Clique agora para baixar e ouvir grátis Fafá de Belém - - Promocional - Mv Publicidade postado por BAIXAR CD COMPLETO.

SHOW: “Agenor, as Canções de Cazuza” em São Paulo

Cresceu um muro entre nós e, depois de tudo o que aconteceu, é melhor esquecer. E entendendo na família o fio de que se tece a sociedade, encontro, na família brasileira, a certeza de estarmos construindo, no Brasil, uma sociedade livre e generosa.

Quem deixa o casamento para casar com outro no civil entra no inferno de cabeça para baixo. Desta vez, porém, as chances eram bem maiores porque a exigência do quórum de dois terços para mudanças constitucionais havia sido revogada pelo chamado Pacote de Abril, outorgado naquele ano pelo presidente Geisel. Vou encarar o problema nem que seja mesmo excomungado, como o padre me ameaçou.

A censura que a Igreja decretou contra o seu trabalho acabou prevalecendo. A mais conservadora entre as classes. A mais apegada aos valores criados, tabus. E é nessa classe que Odair José vende seus discos. Na época o tema mobilizava e incomodava diversos setores da nossa sociedade. Problema este que a cantora e compositora Claudia Barroso denunciou em diversas canções gravadas ao longo dos anos O mundo evoluiu muito e certos tabus, como esse, deveriam deixar de existir.

Sou contra tudo isso e principalmente contra as mocinhas que insistem em manter-se virgens. Eu apenas repassei a frase do meu pai para o disco. Nosso século , op. Fita cassete com a entrevista de Leila Diniz ao Pasquim. Novembro de Decreto-lei publicado em Janeiro de Apud Norma Pereira Rego. Pasquim: gargalhantes pelejas.

Apud Ruy Castro. Ela é carioca: uma enciclopédia de Ipanema. Fita cassete com aaentrevista de Leila Diniz ao Pasquim. Para outras indicações ver índice de canções citadas em Fontes e bibliografia Verso de Amor verdadeiro. Rio de Janeiro: Espaço e Tempo, Uma outra reportagem informa que ao sair da delegacia Diana apresentava manchas vermelhas no pescoço. Apud Nelson Carneiro.

A lufa pelo divórcio. Verso do bolero Divórcio. Carlos Fico. Rio de Janeiro: FGV, , p. Emílio Garrastazu Médici. Brasília, Departamento de Imprensa Nacional, , p. Divórcio à vista" - Veja, Fonte: Nopem - pesquisa de mercado sobre venda de discos.

Ele vem com esse negócio de imitar viado e os caras dizem que ele é um gênio. Que é isso? Críticos, artistas, jornalistas, radialistas, apresentadores de TV, ninguém tinha papas na língua.

Que o diga Abelardo Barbosa, o Chacrinha, que pichava Deus, o diabo e tudo o mais. Maria é frente de uma torcida frustrada como a própria. Só no Brasil existem Bethânias. Levava e continuo levando. O cara ou leva grana ou recebe mil favores. Eu também estou incluído no rol dos que levam alguma coisa. E quem é Elis Regina para acusar alguém? Qual é o seu gabarito? As suas origens? A Elis é um poço de frustrações.

E eu tenho pavor de pessoas frustradas. Mais do que isso, pois nem isso ela é, ela é uma coitada.

Hits Nacionais Anos 90

Por que eu estava ali pichando o Zé Kéti? Ele só me fez o bem. Mas esse foi o espírito da época. Tem que ir pra lavoura! É vigarice das brabas!

BELEM BAIXAR 20 VERMELHO EXITOS GRANDES FAFA DE CD

Na mesma entrevista o repórter lhe perguntou se Gil e Caetano teriam alguma chance de sucesso na Inglaterra.

Seria uma falta de coleguismo muito grande, uma falta de ética. Vocês fabricaram o Caetano. Caetano é uma merda! Que é isso?! Eles também batiam duro. Virou lugar- comum classificar o seu trabalho como medíocre, horrendo e insignificante. Sem o mesmo espaço de que os jornalistas dispunham, o cantor apelava para o disco às vezes, para o braço e gravou varias canções rebatendo seus detratores. O radicalismo chegava a tal ponto naquela época que até mesmo defeitos físicos dos artistas eram arrolados na hora da crítica.

Reforçando a publicidade, a gravadora publicou nos principais jornais do Brasil outras fotos da cantora vestida de índia à beira de um rio. Havia cantor que ficava de cabelo em pé só de ouvir o nome deles. E nisto ele se revelava um combatente quase obsessivo. É preciso que isto seja dito. Você sabe, né? Naquela época eu dava tiro e tudo o mais. E as pessoas ficavam muito cabreiras comigo. Certa vez eu invadi o programa do J. Silvestre e queria dar porrada em todo mundo, fiz um escândalo medonho.

Mas este compromisso com o mercado e a necessidade do sucesso comercial é enfatizado pelos próprios artistas. Eu tinha este sonho. Sobretudo financeiramente. Quero ter alguma coisa na vida para poder dar a eles o conforto que nunca tiveram. Enfim, eu desejo que Deus me ajude a ganhar dinheiro para eu dar uma cobertura a toda a minha família. E isto se reflete no discurso e no compromisso comercial dos artistas "cafonas".

O que nós queremos é um trabalho integro. No fim dos anos 60, Agnaldo Timóteo era provavelmente o maior vendedor de discos da Odeon. Era do nosso dinheiro, do pessoal popular, que a gravadora pôde investir milhões e milhões de cruzeiros em discos de Milton Nascimento. Discos que eram lançados, recebiam todos os elogios da crítica mas que vendiam dois, no ano seguinte vendiam cinco, no outro, três. Quem patrocinava isto? Vocês gravam o que quiserem. Com o título de "Mil tons", o texto de Caetano Veloso era na verdade dedicado ao trabalho que o autor de Travessia realizava naquele momento.

Uma coisa mais jovem, mais pra fora, mais alegre. E eu cobrava isto no disco. A minha bronca era essa. Cadê a história do pai de Jesus? Eu quero saber onde entra José nessa história. Fala-se muito em Deus, em Nossa Senhora, em Jesus. Mas cadê o pai desse moço?

O questionamento que eu fazia era este. O problema é que ele estava à frente de seu tempo, porque eu tinha certeza que mais cedo ou mais tarde aquele estilo de som de Peter Frampton iria acabar acontecendo no Brasil.

O piche a Zé Kéti aparece na reportagem "Paulinho da Viola no vale-tudo: o samba puro nunca existiu" - Intervalo, n. Para que você consiga induzir um leitor a baixar, é preciso muitos milhões de palavras, enquanto que o radialista lida do produtor ao consumidor".

Apud Othon Jambeiro. É um bicho? Apud Rita C. Ana Maria Bahiana. Europa, , p. Ana Maria Bahiana, op. No inicio dos anos 60 a gravadora Odeon lançou uma coletânea de sucessos de Anísio Silva com o título "Dois milhões de discos vendidos". Na época, os discos de Timóteo apareciam com muita frequência na lista dos mais vendidos.

Caetano Veloso. Alegria, alegria. Rio de Janeiro Pedra Q Ronca, s. Verso de Nunca mais. A protagonista de um desses momentos foi uma dama da alta sociedade carioca, a badaladíssima senhora Beki Klabin. Mas, junto da Beki, meu sangue fervia e nada poderia me deter. Enfrentei a fera. De repente, virou histeria. Gente que, sinceramente, eu nunca pensei, entregou-se. Eles me receberam de uma maneira muito hostil, e nem entendo o porquê. Me lembro que na hora a Elis Regina entrou no palco e deu um esporro naquela garotada babaca.

Mas eu fiquei muito emocionado, chorei pra caramba, fiquei indignado. Foi horrível. O povo gosta de você. Mas o reflexo mais contundente de todo este episódio veio no LP de Agnaldo Timóteo lançado no segundo semestre de Uma das faixas do disco inicia com uma mensagem de profunda amargura e desalento. E um outro episódio representativo disso ocorreu em , tendo como protagonista o cantor e compositor Odair José.

E, chegando ali, ficamos na varanda tomando Coca-Cola e tal, e o Caetano me convenceu de que seria importante a gente cantar junto naquele show. Eles 'alugaram' a gente para ver este show! Uma palhaçada! Mas com aquilo tudo que aconteceu, ele cantava nervoso, porque o Caetano é muito sensível, né? É casa-grande e senzala. O compositor Jards Macalé, por exemplo, disse que aquilo só podia ter como objetivo "alargar o mercado para a rainha da Holanda".

Ele esperava a vaia ou ficou surpreso? E Caetano ficou realmente muito zangado. Aqueles que foram ao Roda viva e espancaram os atores. Sentado no banco eu fiquei. Na tentativa de restabelecer o som, algumas pessoas próximas ao palco providenciaram 2, 3, 4, 5 novos microfones, que foram sucessivamente desligados. Este episódio envolvendo Chico Buarque e o que também envolveu o cantor Odair José, ambos na Phono 73, representam duas faces de um mesmo disco. Chico teve contra si o silêncio do microfone; Odair José, o barulho da platéia.

E foi neste período que a gente fez esta parceria. E, numa daquelas madrugadas, no fim dos anos 70, Gonzaguinha ouviu o amigo queixar-se dos desencontros de seu relacionamento com Paulo Cesar Souza, o Paulinho para quem Timóteo compôs A bolsa do Posto Três. De uma forma muito mais intensa e duradoura, Raul Seixas também viveu esta experiência na fase inicial de sua carreira, quando era conhecido apenas como Raulzito.

Me lembro que era uma madrugada de muito frio e Raul estava dentro de uma kombi, ali na Praça do Pacificador, onde à noite costumava haver encontros de grupos de rock.

Eu tocava num conjunto chamado Blue Jeans e ele no Raulzito e seus Panteras. Raul estava passando uma fome danada e eu também, duros pra caramba. Eu posso afiançar a você que eu fui naquela época o amigo de maior intimidade do Raul. Mostre ela de novo para o Roberto ou para algum cantor romântico desses aí. Eu estava fazendo o trabalho que o diretor da CBS queria, e enquanto isso aprendendo a usar aquele mecanismo.

E, neste caminho, ele permaneceu até a noite do dia 2 de janeiro de Raul Seixas -Uma antologia. Verso de As aventuras de Raul Seixas na cidade de Thor. Verso de Brasileiro no meu calor.

Verso de O amante. Ver índice de canções citadas Fontes e bibliografia. Verso de Sou rebelde. Paulo Coelho. Rio de Janeiro: Rocco, , pp.

BAIXAR EXITOS 20 FAFA DE CD VERMELHO GRANDES BELEM

A dupla ficou marcada como o representante exemplar de artistas integrados à ideologia expressa pelo regime de e principal porta-voz, no campo musical, das realizações do governo no período do chamado "milagre econômico". Recordo que eu tinha dormido muito pouco na noite anterior e estava bastante influenciado por esse tema. A letra e a melodia surgiram juntas. Era o país que tinha os maiores índices de desenvolvimento do mundo.

Eu me lembro que havia realmente um orgulho das pessoas de ser brasileiras. Era uma marca da época. Mais do que um passado glorioso, movia os brasileiros ao entusiasmo um presente promissor, que antecipa um futuro no qual se pode decididamente acreditar Tudo isso, afiado à euforia pela conquista do Campeonato mundial de futebol no México, contribuiu para o despertar do nacionalismo ufanista que mobilizou grande parte da sociedade brasileira durante o governo Médici e que se expressava em slogans como "Ninguém segura este país".

Reforçado por intensa propaganda governamental, acreditava-se que o Brasil tinha se transformado numa grande potência e que havia ingressado numa era de progresso e desenvolvimento irreversíveis. O decreto presidencial, assinado em Junho de , determinava que nenhum barco de pesca estrangeiro podia avançar aquele limite, sob pena de ser apreendido pela Marinha do Brasil.

EXITOS VERMELHO BAIXAR CD BELEM GRANDES FAFA DE 20

Como observou Dom, isto era uma marca da época. E cada um deles pautava a maioria de suas ações de acordo com o manual da guerrilha urbana: atentados a bomba e armas de fogo, seqüestros de aviões e de diplomatas e assaltos a bancos e a carros blindados. O que ele viu foi um carro barrando sua passagem na rua Marques. Arriscar a vida por uma causa política? Preso no Rio, em agosto de , pela equipe do violento delegado Sérgio Paranhos Fleury, o guerrilheiro foi interrogado e torturado, mas nada falou.

Mas o preço que Bacuri pagou foi muito alto. O episódio aumentou ainda mais a revolta dos militares contra o "desertor" Carlos Lamarca. Um a um, foram caindo todos os aparelhos clandestinos e assassinados os principais líderes guerrilheiros. E o governo fixava o prazo de 10 anos para erradicar de vez o analfabetismo do Brasil. Havia meninas de 15 ou 16 anos que nos pediam um autógrafo e falavam 'o que você escreveu aí, hein? Foram milhares de vezes.

Eu dava milhares de autógrafos por todo o Brasil e muitas pessoas me perguntavam o que eu havia escrito. Na época a gente fazia shows todos os dias, tínhamos uma vida muito agitada e ficava difícil perder tempo com determinadas coisas. A primeira, Oh! Um cara que pensa que vai É brincadeira?

Coisa de infantilidade, de inexperiência. Apud Sergio Miceli.

A noite da madrinha. Neste livro, originalmente uma tese de mestrado em Sociologia sobre o programa de Hebe Camargo, o autor transcreve algumas entrevistas que a apresentadora realizou em sua "sala de visita" no período da pesquisa. A entrevista com o conjunto Os Incríveis foi gravada em Nelson Motta. Noites tropicais: solos, improvisos e memórias musicais. Rio de Janeiro: Objetiva, , p.

Verso de Brasil! Para outras indicações ver índice de canções atadas em Fontes e bibliografia. Poesias completas. Rio de Janeiro: Zélio Valverde, , p. Affonso Celso. Por que me ufano do meu país. Verso de Brasileiro.

LP "Brasil Verso de Sr. Verso do samba Sempre Brasil! Noites tropicais: solos, improvisos e memórias musicais, op. Fernando Gabeira. O que é isso, companheiro? Rio de Janeiro: Codecri, , p.

Alfredo Syrkis. Jacob Gorender, op. Apud Nosso século , op. A letra do bolero adquire assim uma relativa autonomia ante seu significado literal imediato - aspecto que é destacado inclusive pelo cantor Waldik Soriano. Entretanto, como observa o jornalista Ruy Castro, o samba realmente "parecia um hino de resistência aos maus bofes dos milicos, perfeito para o momento.

E, neste sentido, ambas as composições veicularam uma mensagem de protesto e resistência. Afinal, a realidade em que eles estavam inseridos era marcada por este fato. Alguns tinham vivido a experiência do exílio ou tinham parentes e amigos exilados em outros países. É na passagem da década de 60 para a de 70 que o Brasil ingressa na faixa de nações majoritariamente urbanas. E assim, outras Marias e Clarices também choravam no solo do Brasil.

Num dia o boi come tudo em volta. Mas no outro dia o dono compadece dele e muda ele de lugar. Confundido com um perigoso assassino, o pobre imigrante é encostado na parede pela polícia, que exige: "Mostre seus documentos.

E esta mensagem torna-se ainda mais eloqüente porque, em ambas as canções, através de um recurso de sonoplastia, ouve-se uma sirene tocar, como que anunciando a chegada e a partida do carro policial. Alta noite, investigadores e carcereiros escolhiam presos comuns e os espancavam a cacetadas. Os lamentos das vítimas se ouviam por todo o presídio".

Apesar de ser um fato pouco denunciado, os integrantes das camadas populares no Brasil continuam sendo jogados em camburões e conduzidos às salas de tortura. Seguiram nesta rotina mais um mês. Um dia, foi levado algemado para uma sala onde estava 'Marcelo', nome de guerra usado pelo investigador José Eduardo de Almeida.

Foi obrigado a se deitar. Belo Horizonte: Interlivros, , p. Ver Carlo Ginsburg. Mitos, emblemas, sinais: morfologia e História. Ruy Castro. Chega de saudade: a história e as histórias da bossa nova. Cultura e democracia; o discurso competente e outras falas.

Verso de Hora de esquecer o mal. Para outras indicações ver índice de canções citadas em Pontes e bibliografia. Melodia e sintonia em Lupicinio Rodrigues: o feminino, o masculino e suas relações. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, , p. Verso de É fim de mês. Eduardo Granja Coutinho. Rio de Janeiro: Eco, , p. Wanderley Guilherme dos Santos. In Hélio Jaguaribe Rio de Janeiro: J. Olympio, , pp. Versos de Debaixo da ponte. Marilena Chaui. Conformismo e resistência; aspectos da cultura popular no Brasil, op.

Ali o autor afirma com todas as letras que o nosso país é uma terra de soturna tristeza habitada por um povo triste. Produzido dentro do velho molde determinista de raça e clima, o texto de Paulo Prado parte da idéia de que existiriam povos alegres e povos achacados de tristeza. O brasileiro faria parte do segundo grupo. Suas melodias, suas letras, suas falas, sua aparência, tudo é repleto daquela austera, apagada e vil tristeza.

Mas realmente eu sou um cara triste, infelizmente, sou. Se alguém disser pra mim agora, 'você acaba de ganhar 30 milhões de dólares na loteria', eu continuarei triste. Nada me alegra. E a presença deste traço psicológico pode ser notada na sua voz e em grande parte de seu repertório. E isso é uma tragédia na vida das pessoas bem- sucedidas. Cheio da grana e sozinho. Um pouco surpreso com as citações e visivelmente emocionado "agora voce mexeu comigo" - , o cantor respondeu: "Realmente, eu levava uma vida triste.

E eu sempre me apaixonei perdidamente, os meus amores sempre foram muito fortes. E isso me fazia ver que realmente eu era um cara triste e cultivava essa tristeza, que hoje eu chamo de 'melancolia dos românticos'. É a cultura do masoquismo pelo masoquismo. O cara gosta de sofrer e ponto final. A arte é produto do sofrimento. Veja o Evangelho: o apóstolo Paulo só escreveu as grandes cartas depois que estava preso.

Tem uma frase em francês que diz: 'O sofrimento é o mestre do homem. Eu fui para a igreja pela dor. E era uma coisa espontânea. Até as minhas hipocrisias eram verdadeiras. Um dos maiores de sua carreira é a balada A cigana, na qual relata um episódio da infância: uma vidente previra que seu futuro seria repleto de amor e de felicidade. Porém " Nunca, em tempo nenhum, jamais ele foi amado. Uma noite Betinha saiu pra passear comigo em seu carro e depois me levou até a porta de casa.

Aí pensei: pronto, agora a gente vai descer e eu vou subir com ela para o meu quarto. Ela parou o carro em frente ao prédio em que eu morava e disse: 'Vou te deixar aqui porque agora vou pra casa dormir'. E foi embora. Vou largar tudo, vou renunciar a minha carreira e tal. Em duas outras canções dos anos 70 ele desabafava: "Eu sigo triste sem querer viver Quando a gente parava para tomar uns goles de conhaque eu notava que às vezes seu olhar ficava completamente perdido, como se buscasse algum ponto no infinito.

Seu pensamento vagava muito longe dali. Uma de suas gravações chama-se justamente Por favor, me ajude a morrer. Outro artista "cafona" que também morreu muito jovem foi o cantor e compositor fluminense Evaldo Braga. Consagrado como "o ídolo negro", ele é autor de um conjunto de canções no qual é possível encontrar ecos de uma infância marcada pela pobreza e pelo abandono. Em conheceu o produtor e compositor Osmar Navarro, que o levou para gravar o primeiro e sonhado disco. Queria descobrir de uma vez por todas quem eram seus pais.

Essa família teria recolhido o recém-nascido da lixeira e dado para um orfanato da cidade. Eu quero morrer, eu quero morrer'. Aquela descoberta foi realmente um trauma terrível para ele. E a sua vida se desestruturou a partir daí. Evaldo Braga morreu na hora. Numa seqüência de um mês e meio morreu quase toda a minha família.

O que é isso? Aí os médicos e as enfermeiras avançaram sobre mim e quase me bateram. Quando finalmente parei, eu comecei a chorar, chorar convulsivamente; fiquei uns 10 minutos ali chorando, chorando. Numa entrevista o cantor Evaldo Braga também recorreu à sua trajetória de menino de rua, interno do SAM e ex-engraxate para explicar a tristeza de suas canções de amor.

Elas espelham exatamente o que passei, que é, na verdade, o que muitos passam. E isso explica por que meus discos vendem. Os profissionais da propaganda da ditadura valiam-se de recursos alegóricos, figurados, para afirmar promessas de cunho político. O que, afinal, queria dizer este filme da tristeza? Tem muita tristeza na minha obra daquele período? Mas é a tal coisa, a gente retrata a época que vive, deve ser isso. Como contratada da Rede Globo, ela era obrigada a participar das mensagens da empresa, e Dina Sfat acabou emprestando o seu sorriso para saudar aquele "novo tempo".

Paulo Prado. Retrato do Brasil; ensaio sobre a tristeza brasileira 8a ed. Dante Moreira Leite. Verso de Cavaleiro triste. Verso de Eu preciso encontrar urgentemente Ver índice de canções citadas em Fontes e bibliografia Paulo Prado, op. Verso de Eu preciso encontrar urgentemente.

Ver indice de canções citadas em Fontes e bibliografia. Silvio Romero. História da literatura brasileira Vol. Ronald de Carvalho. Pequena históna da literatura brasileira. Verso de Vida pra qu. Verso de A cruz que carrego. Verso de A Verdade é diferente.

Carlos Fico, op. Verso de Se a tristeza chegar. Verso de Ai! Verso de Menino rei do mar. Verso de Recalques Ver índice de canções citadas em Fontes e bibliografia. Noites tropicais, op. Fagundes Varela. Poesias completas de Fagundes Varela. Ouro, , p. Verso de Menina triste. Numa entrevista ao jornal O Estado de S. O caso Caetano Veloso é exemplar. Aí é que estava o problema.

E que, afinal, nem para dançar serve". Henfil era um defensor intransigente da arte engajada. A dupla é péssima". Cercado de diversos governadores, Médici parou por alguns instantes diante do organista e comentou que achava aquela melodia muito bonita e a sua mensagem muito sadia para a juventude.

Paulo também descreve que "praticamente toda a cidade foi decorada com as cores da bandeira nacional e todas as residências ostentavam nas janelas e sacadas retratos do Presidente". A comitiva do presidente se retirava do local seguindo o trajeto da direita, mas Médici resolveu virar à esquerda para ir cumprimentar a dupla.

Muito obrigado pela honra. E em virtude dessa circunstância, acabamos tendo um trânsito com esse grupo, sendo objeto de um fascínio muito grande da parte desse pessoal do poder na época.

E a gente sem entender muito bem o que estava acontecendo.

Hits Nacionais Anos 90

O porquê daquele interesse de pessoas da alta roda política e do alto oficialato do Exército por nós. Para Ravel isto se deve à falta de uma base emocional e profissional para lidar com o repentino sucesso alcançado por eles.

Vejamos inicialmente o caso do conjunto Os Incríveis. Portanto, Os Incríveis atravessaram todo o período do AI-5 gravando canções com mensagens apologéticas-nacionalistas. Criador de jingles famosos, como os da Mesbla e das Casas da Banha, e autor de sucessos gravados por intérpretes como Jorge Veiga, Cauby Peixoto, Aracy de Almeida, Elizete Cardoso e, principalmente, os sambas-de-breque de Moreira da Silva - Miguel Gustavo morreu em janeiro de , mas até essa data compôs algumas das mais representativas canções ufanistas do período do "Milagre".

O Brasil precisa do seu otimismo, do seu amor e da sua alegria. Cante, ensine as crianças a cantar. Mas, como sabemos, a memória é mesmo seletiva; nem tudo é lembrado, nem tudo é guardado.

E uma das razões para este esquecimento, principalmente nos casos de Miguel Gustavo e do grupo Os Incríveis, é que nenhum deles posou ao lado do presidente Médici ou declarou à imprensa que fazia canções patrióticas para ganhar dinheiro. Por duas vezes fui espancado na rua", garante Ravel.

Logo na entrada eu vi a polícia batendo nas pessoas e vi pessoas atirando coisas na gente: era pau, era pedra, era tudo.

E os que estavam mais perto chegavam para dar pancada, murro, chutes, entendeu? Era pra agredir mesmo. Era em cima desse clima todo, de pavor, de temor, de violência e de agressividade, que a gente fazia os nossos shows naquela época. Eu levei muitas pedradas na cabeça, sofri muitas agressões que até hoje deixaram marcas no meu corpo inteiro. E isto fica evidente numa polêmica entrevista que ele concedeu ao Pasquim, em Outubro de A gente refletia sobre tudo isso, ele dizia: 'Olha, primeiro vamos limpar sua barra, anular essa imagem que você tem do seu passado.

Seguindo esta mesma trilha a dupla compôs outras canções como Cartomante, Aos nossos filhos e Desesperar, jamais. Ivan Lins tornara-se agora um cantor de protesto. E a própria cantora Elis Regina também foi alvo das patrulhas ideológicas no início da década de Naquela época Henfil publicava semanalmente no Pasquim uma coluna conhecida como "cemitério dos mortos-vivos", no qual ele fazia o "enterro" daquelas pessoas que considerava simpatizantes do regime militar ou omissas politicamente.

Estamos aí para colaborar sempre. Parecia uma fiel aliada da resistência. Num primeiro momento ela ainda tentou reagir e, bem ao seu estilo, atacou os seus acusadores, principalmente Henfil. E a cantora teve um claro sinal disto quando foi recebida com frieza pela platéia do Anhembi no show da Phono Respeitem Elis Regina.

Tempos depois, Henfil confirmaria que Elis ficou bastante incomodada com o seu nome no "cemitério dos mortos-vivos" e buscou se aproximar do cartunista para demonstrar que tinha um posicionamento de esquerda.

Que continuava uma pessoa de confiança ideologicamente. Tudo começou em meados de , quando o cantor descobriu um grande desfalque financeiro em seu escritório, a Simonal Produções, no Rio.

As suspeitas recaíram sobre o contador da firma, Raphael Viviani, que foi imediatamente demitido por justa causa. E o que seria apenas um caso policial se transformou num rumoroso caso político. E com tudo isto era praticamente impossível para o cantor se apresentar em qualquer casa de show do Brasil sem ouvir alguém gritar da platéia: "Fora, dedo-duro!

Infelizmente, ainda pintam esses lances aí direto. E hoje estamos totalmente banidos. E por razões puramente ideológicas. É o mesmo que você chegar hoje para o Geraldo Vandré e dizer 'escuta, por que calar toda essa genialidade? Bota pra fora isso aí'. Enquanto estes ficaram marcados como símbolos do nacionalismo ufanista, o outro é identificado como aquele que resistiu à ditadura e foi torturado.

Isto é uma mentira. Nós nunca fomos porta-vozes de ditadura nenhuma. O Globo, Nada mudou em dez anos? Ver Fontes e bibliografia. Waldenyr Caldas, op. Gilberto Vasconcelos, op. Eloí Calage.

Conforme testemunho do jornalista Mylton Severiano. Sempre que se anunciava alguma festa ou solenidade mais informal com a presença de Médici, a Elizete Cardoso era convidada e comparecia". Depoimento ao autor, Regina Echeverria. Léa Penteado. Regina Echeverria, op. Documento datado de 28 de agosto de Léa Penteado, op. Naquela noite de 4 de Outubro de , quarta-feira, milhões de cariocas e depois milhões de outros brasileiros pararam para assistir a um dos capítulos decisivos da novela Selva de Pedra, de Janete Clair.

O clímax de audiência se deu no capítulo , quando Cristiano iria finalmente descobrir que Rosana era na verdade o seu grande amor Simone.

Ao som do hit Rock and Roll Lullaby, com B. Dirigida por Walter Avancini, Selva de Pedra é um marco na escalada da TV Globo rumo ao monopólio de audiência que exerceria ao longo da década de Ou seja: quais os cantores e canções que apareciam nas novelas da Globo naquele período? Produzido por Nelson Motta, o LP reuniu um conjunto de canções que serviu de fundo para realçar o drama dos protagonistas e levar o telespectador ao clímax desejado pela autora e o diretor Daniel Filho.

Procurei retratar a essência, a perda. Mas, para mim, foi uma das mais emocionantes. A cada novo lançamento no video, dois novos LPs o nacional e o internacional eram despejados no mercado. Ou seja, aquela "imagem asséptica" vinha acompanhada de uma "sonoridade asséptica" - e esta era incompatível com as canções do repertório "cafona". Daí a preferência pelo repertório de artistas como Caetano Veloso e Tom Jobim.

E isto a emissora do Jardim Botânico queria varrer para debaixo do tapete. Era melhor dar 70 por cento com uma novela adaptada de um livro do Jorge Amado, por exemplo, que daria prestígio à emissora. Foi uma longa trajetória até chegar ali. Quem me prostituiu foi o falecido compositor Benedito Lacerda, que era compadre de Herivelto Martins.

E eu recebia o dinheiro. Aos poucos, porém, ele foi definindo sua figura exótica e suas atrações extravagantes: as fantasias, as chacretes, a buzina, o bacalhau, o auditório e o grito de guerra "Teresinha! Gato escaldado, imaginou que aquele negócio de "Chacrinha continua balançando a pança" e "alô, alô, seu Chacrinha, velho palhaço", fosse mais um achincalhe, um piche, dos tantos que diariamente apareciam em jornais e revistas do país.

E por isso mesmo ambos chocavam os padrões estéticos da TV Globo, comprometida cada vez mais com um grande contingente da classe média urbana. Televisões da Europa vinham ao Brasil especialmente para gravar cenas de seu programa e publicações como a Time-Life e o Daily Herald escreviam sobre o espalhafatoso comunicador brasileiro. O interessante é que o Velho Guerreiro caiu no momento em que outros apresentadores, seguindo a sua escola, começavam a aparecer no vídeo.

Querem que eu recorde o nome dele? E agora, dona Aurora?

CORAÇÃO APRENDIZ - Fafá de Belém - so-pretty.info

Para a dupla Boni e Clark foi uma limpeza completa: assepsia da imagem e do som. Para cantores como Paulo Sérgio e Waldik Soriano, um video a menos. A letra narra a história de um amor platônico entre um rapaz tímido e uma moça paralítica.

Ela estava bem à minha frente, cantando, aplaudindo, sorrindo, um sorriso cativante, ali na cadeira de rodas. E aquela imagem me fascinou na hora.

A menina tinha uns treze anos e se chamava Lindalva.

Por isso mesmo o produtor procurou cercar-se de certos cuidados na hora de gravar o tema. O que é que houve? Talvez por isso mesmo a Globo nem precisava pedir; os próprios artistas da MPB ofereciam suas criações às novelas da emissora. Tom Jobim era um deles. É a partir do período do "milagre" que a venda de aparelhos-receptores se expande e a TV efetivamente se populariza, interferindo no cotidiano de milhões de brasileiros.

Tema também explorado num bolero de Lindomar Castilho, que fala do homem que chega cansado do trabalho e se depara com a mulher distraída diante da TV É o mesmo processo que leva Chico Buarque a compor canções retratando aquelas mulheres de malandro, submissas, do tipo que só dizem sim. Como define um especialista no tema, o diretor Daniel Filho, "a telenovela é basicamente feminina.

De uma maneira geral, os setores mais intelectualizados da sociedade questionavam as implicações ideológicas e culturais do fenômeno televisivo. Mas fazer o que, né? Eu realmente considero novela uma merda. Paulo Cesar Ferreira, op. Apud Maurício Kubrusly. Elisabeth Carvalho. Rio de Janeiro: Europa, , p. Mana Rita Kehl. Rio de Janeiro: Europa, , p, Ver Muniz Sodré. Petrópolis: V'ozes, Ver reportagem: "Entrevista com o cara que decide o que você vai ouvir" - O Pasquim, 19 a Rio de Janeiro: Jorge Zahar, , p.

Nas trilhas das referidas novelas Djavan interpreta os temas Qual é? Para outras indicações ver índice canções citadas em Fontes e bibliografia.

Apud Gilberto de Carvalho. E compra os seus discos com o dinheiro que você lhe paga no dia E, se você mora sozinho e passa o dia fora, adivinhe onde ela toca os discos? Consagrada como a "Pérola Negra" título de um de seus discos - , Carmen Silva é neta e filha de escravos. Eu nunca soube o que é ganhar uma boneca no Natal. Mas desde pequena eu sempre acreditei que todo ser humano tem direito a uma vida digna. O samba nunca mexeu comigo; eu nunca pulei carnaval, nunca saí em escola de samba.

E chegando aqui dormi em banco de praça, dormi debaixo de marquises, dormi na praia e depois fui morar em quartos de fundos. E ao conviver com essas dificuldades todas eu aprendi a gostar das pessoas que também dormem em quartos de fundos.

Um eixo sobretudo estético, pessoal e obviamente fugaz, marginal e compensatório". Ali, em meados dos anos 70, foi montado um dispositivo que acionava uma sereia ensurdecedora toda vez que a linha de montagem parava por qualquer motivo técnico. No fim do dia muitos deles voltavam para casa com os zumbidos ainda na cabeça. Um companheiro teve os três dedos cortados e levou um tiro no pé. Um outro levou uma mordida de cavalo na cabeça. Quero também que ninguém esmoreça, porque a luta continua.

Eu continuarei lutando até o fim! E aquilo me chocou muito na hora. Aí eu fui para o quarto do hotel e fiquei pensando: 'Meu Deus! Resultado: o cantor e o compositor foram intimados a depor na Polícia Federal. Decreto promulgado em 13 de maio de Apud Francisco de Assis Silva.

Carlos Lemos. História da casa brasileira. Cozinhas, etc. Roberto DaMatta. Rio de Janeiro: Rocco, , p Rio de Janeiro: Record, Ver Carlos Fico, op. Como descobriram que o Luiz Gonzaga e o Lupicínio eram gênios. É porque, na realidade, nunca estamos sós. É o universo no qual nós estamos inseridos que determina o desempenho da nossa memória e fornece as categorias com as quais cada um de nós elabora o seu pensamento.

E é este trabalho de "enquadramento" de uma memória coletiva em um nível mais global o que permite que a história de uma determinada sociedade passe a ser freqüentemente oficializada e contada a partir da perspectiva dos vencedores e líderes, deixando a memória das minorias ou vencidos relegada ao esquecimento. A segunda vertente, a da "modernidade", foi sistematizada num trabalho do poeta e ensaísta Augusto de Campos.

Definitivamente contra a Tradicional Família Musical. O nacionalismo em escala regional ou hemisférica, sempre alienante. Desde quando a arte tem carteira de identidade?

Qual a nacionalidade de Stravinski: russo, francês, americano ou simplesmente humano? Pode e deve caminhar livremente. Para contrapor à primeira vertente, eu sub-definiria esta segunda de "universal-popular". O mesmo se verifica no livro Nova história critica do Brasil: anos de história mal-contada, obra dirigida a estudantes do segundo grau. Veja-se o caso, por exemplo, do cantor mineiro Altemar Dutra.

Assim como Altemar Dutra, Anisio Silva também se destacou como intérprete de bolero. Este fato magoou profundamente Nelson Gonçalves, a tal ponto que, anos mais tarde, quando o MIS finalmente se convenceu de que o cantor merecia ser ouvido, desta vez foi o próprio Nelson que se recusou a falar, morrendo em sem deixar o seu depoimento gravado.

Um outro exemplo ilustrativo disto é o da cantora carioca Marisa Monte. Filha da alta classe média, ex-estudante de canto lírico, Marisa despontou para o sucesso no fim dos anos 80 com o epíteto de "eclética", notabilizando-se por releituras de antigas canções do repertório popular. Pois bem: nos cinco CDs até agora gravados por Marisa Monte, além de composições da própria cantora e algumas outras do repertório internacional, só foram incluídas regravações de temas identificados àquelas duas vertentes interpretativas.

Qual delas é freqüentemente associada à cafonice? Quanto mais longe dessas duas vertentes, mais perto do "brega", e vice-versa. Cada vez que eu abro a boca, onde quer que eu esteja, se estiverem dez pessoas, vibram; se estiverem dez mil pessoas, também vibram. Eu sou um monstro de cantor. Eu sei o que represento. Ao abrir a boca, o meu inimigo fica desmoralizado. Eu sei o que sou. Antigamente, em determinados locais, se você falasse em Lupicínio Rodrigues, você era chutado para fora.

Se você falasse em Luiz Gonzaga, o cara morria de rir na sua cara. Se você falasse em Noel Rosa, sabe o que que eles diziam? Sabe de quem que o pessoal gostava? Os mais velhos um pouco gostavam de Dick Farney, de Frank Sinatra. Era assim. Mas um dia vai estar. Como descobriram que o Luiz Gonzaga e o Lupicinio eram gênios. Num texto de , "Lupicínio esquecido? Também eles se notabilizam, embora de outra forma e com outros propósitos, pelo uso explosivo do óbvio, da vulgaridade e do lugar-comum.

Poucos anos depois desse texto do poeta concretista, Lupicínio começou a ser regravado Gal, Caetano, Paulinho da Viola Outro mineiro compositor e violeiro, Fabrício Conde mostra em "Fronteira" independente a afinidade de um dos tipos de viola caipira, a viola de cabaça, com o cuatro venezuelano.

Além deste, instrumento de quatro cordas aparentado tanto do cavaquinho quanto do ukelele, ele ainda toca ronroco, que vai me levar ao google, onde vejo se tratar de uma variante do argentino charango este com dez cordas agrupadas em duplas.

Fechando os novos da semana, "Dez" independente: www. Na sisifismo habitual, com algum tédio e momentos de "o que estou fazendo aqui? Morte que deu a esse disco um tom de premonitória despedida de Fernando Brant , autorretrato do artista quando à beira do fim. Autorretratos de Brant, paisagens de Minas e retratos dos mineiros. O que se busca de bom num atlas, Minas tem.

Amamos a vida e a liberdade, e por essa arriscamos a primeira. Na nova temporada da série, o protagonista alterna diferentes participações nas gravações e divide o repertório com um grande leque. Eles fluem entre guitarras suaves e surfísticas pré-Beach Boys , loops e um psicodelismo a caminho do Pink Floyd progressivo.

BELEM DE 20 BAIXAR CD GRANDES EXITOS VERMELHO FAFA

Sete faixas que mantêm a rota através de rock, reggae, sonoridade africanas. Desde que aceitei o período de teste da Apple, parece acontecer um conflito com o aplicativo de corridas. Alguns deles com direito a duas ou três audições, o que me permite fazer a CDVDesovada habitual sem remorsos. Pior para eles. Para ouvir mais. De qualquer, a vertente pop dos "Caetanos" consegue ser mais interessante do que as canções que pisam em clichês do rock dos Ecletismo demais, mas ela se garante.

Para fechar a tampa, dois tributos com intenções e resultados diferentes. O quinteto instrumental mineiro Dibigode faz o que o subtítulo de "Garnizé" promete: lança "Outros olhares sobre a obra de Ataulfo Alves". Lançado em vinil mas disponível para download no site www. Fiel mas, após as homenagens a Lupe também feitas por nos palcos por Elza Soares e Gal Costa, aguardo curioso a que Adriana Calcanhotto vai lançar em breve.

É dever de casa, fica para a semana que entra, mesmo que conhecesse alguns deles.