so-pretty.info

Blog da fotografia portuguesa interessada em viajar. Meu nome e Bruno e espero que voce goste do meu site

O CASAMENTO DOS TRAPALHOES BAIXAR


O CASAMENTO DOS TRAPALHÕES. Categorias Longa-metragem / Sonoro / Ficção Material original 35mm, COR, 90min38seg, m, 24q. Data e local de . O Casamento dos Trapalhões é um filme brasileiro de Os Trapalhões de dirigido por José Alvarenga Júnior. Baseado no filme estadunidense "Sete. Baixar Filme: O Casamento dos Trapalhões Título Original: O Casamento dos Trapalhões Lançamento no Brasil: Gênero: Comédia.

Nome: o casamento dos trapalhoes
Formato:ZIP-Arquivar
Sistemas operacionais: MacOS. Android. iOS. Windows XP/7/10.
Licença:Apenas para uso pessoal (compre mais tarde!)
Tamanho do arquivo:14.89 MB

Uma Escola Atrapalhada Lanamento: User Reviews. Em algumas cenas do filme, o Príncipe Flick e Bonzo falam uma língua estranha. Marcelo Rodrigues Family Adventure Comedy. Os Saltimbancos Trapalhões Os Trapalhões na Guerra dos Planetas Parents Guide. Record sonha com Gracyanne Barbosa e Belo em reality show. Add the first question. Didi, and Sister Maria Dede Os Trapalhões no Reino da Fantasia A Filha dos Trapalhões Os Trapalhões. Sentindo que ali ainda falta algo, Didi visita uma cidade próxima em busca de uma noiva. Familia Famosos gugu liberato. Mestre Touro No céu aparece um disco voador co-pilotado por Bonzo Emil Rached e aterrissa perto dos Trapalhões.

O Casamento dos Trapalhões é um filme brasileiro de Os Trapalhões de dirigido por José Alvarenga Júnior. Baseado no filme estadunidense "Sete. Baixar Filme: O Casamento dos Trapalhões Título Original: O Casamento dos Trapalhões Lançamento no Brasil: Gênero: Comédia. 24 de jul de O Casamento Dos Trapalhoes - Filme Completo. Videos Engraçados Whatsapp Download - Vídeos Engraçados do Whatsapp - Os. Encontre Baixar Filme Dos Trapalhoes - Música, Filmes e Seriados no Mercado Livre Brasil. Dvd O Casamento Dos Trapalhões Novo Lacrado De Fabrica. Encontre Baixar Filme Dos Trapalhoes no Mercado Livre Brasil. Descubra a Dvd O Casamento Dos Trapalhões Novo Lacrado De Fabrica. R$ 6x R$ 8

Release Dates. Official Sites. Company Credits. Technical Specs. Plot Summary. Plot Keywords. Parents Guide. External Sites. User Reviews. User Ratings. External Reviews. Metacritic Reviews. Photo Gallery. Trailers and Videos. Crazy Credits. Alternate Versions. Rate This. Later, when they begin to work Director: Dedé Santana.

Filmes Assistidos. Every Movie V: Brazilian. Use the HTML below. You must be a registered user to use the IMDb rating plugin. Photos Add Image Add an image Do you have any images for this title?

Learn more More Like This. Os Saltimbancos Trapalhões Adventure Comedy Family. Family Comedy Fantasy. Family Adventure Comedy.

O Casamento dos Trapalhões Family Comedy. Os Trapalhões no Auto da Compadecida Os Trapalhões na Terra dos Monstros A Princesa Xuxa e os Trapalhões Os Trapalhões na Serra Pelada Comedy Family. Os Trapalhões e o Rei do Futebol Comedy Family Sport. Os Trapalhões no Reino da Fantasia Edit Storyline The Trapalhões live in a floating boat and have a miserable life. Os 31 Segundo Elmo Francfort , p. Figura still frame do esquete Espantanal Figura still frame do esquete Espantanal Fonte: recorte do autor.

As citações contribuem para a heterogeneidade do texto, no qual Samoyault , p. O esquete inicia com Didi, Dedé, Mussum e Zacarias sentados para terem uma aula com o sargento Pincel. Figura still frame do esquete Figura still frame do esquete O novo recruta O novo recruta Fonte: recorte do autor.

Figura still frame do esquete O novo recruta Fonte: recorte do autor. Acesso em: 19 de ago.

Faça o download também: MUSICA DE ANSELMO RALPH CURTICAO BAIXAR

Todos começam a rir. Esse, assim como muitos outros termos, além de ditados populares, eram mencionados constantemente nos esquetes de Os Trapalhões, para fazer alusões a outros contextos.

A quem se deve? Cada um dos produtos de mídia mantinha histórias distintas e possuía um nexo com o universo televisivo. Boa parte delas foram localizadas no site Youtube disponível em www. Videografismo: Logo do programa. Imagem com Didi. Videografismo: Entra a logo da TV Globo. Fonte das figuras: recorte do autor, a partir do material analisado.

A primeira vinheta selecionada ver quadro 2 , de , apresenta trechos do programa Os Trapalhões que seria exibido posteriormente, no domingo à noite. A segunda chamada, veiculada em março de ver quadro 3 , apresenta o programa Os Trapalhões, dias depois ao falecimento de Zacarias. Acabou de inaugurar um hotel muito doido na cidade.

Olha só o que vem aí! Videografismo: Logo do quadro Trapa hotel. Entram imagens dos personagens. Videografismo: Domingo. Videografismo: Entra a logo da TV Globo 25 anos.

Como era o personagem principal do quarteto e também o mais popular, Didi tenta passar uma imagem de credibilidade e confiança para o espectador e, acima de tudo, provar que o humor deles continuava, mesmo sem mencionar o falecimento de Zacarias. O lugar mais animado da cidade. Imagens do grupo com outros personagens. Imagens da Vila Vintém. Imagens de Didi e demais personagens. Na chamada aparece um videografismo com uma montagem animada das fotos dos três integrantes do grupo e a logomarca de Os Trapalhões.

Os Trapalhões. As chamadas utilizam-se de efeitos de videografismo, que intercalam com a logomarca do grupo, de textos que indicam o tempo e a logomarca da TV Globo. Nem todos os personagens se apresentam, ao mesmo tempo, nestas chamadas. Dedé, vestido de frentista, enche o tanque de um automóvel.

Videografismo: Dedé Santana. Uma mulher passa e Dedé fica espantando. Ele se distrai e o combustível completa o interior do veículo com um personagem dentro dele.

Videografismo: Mussum. Um passarinho pousa sobre o chapéu de Zacarias, vestido de caçador. O passarinho voa e Zacarias tenta mirar a arma nele. Videografismo: Zacarias. O passarinho aparece perto de Zacarias e lança um ovo em seu rosto, que é limpado logo em seguida. Com um chute ele consegue ser arremessado para fora do presídio. Videografismo: R de Replay. Didi aparece num palco, no qual os demais integrantes o recebem. Os quatro personagens olham para a câmera.

Videografismo: logomarca Os Trapalhões. Esse mesmo gesto era característico do personagem e aparecia em diversos esquetes do grupo, principalmente quando Didi se dava bem em algum momento, ou demonstrava confiança no que fazia. Na sequência da vinheta, aparece Dedé, vestido de frentista e abastece um veículo.

Uma mulher, vestida com roupas de praia, passa por ele e, espantado, a observa atento. Por descuido, o interior do veículo começa a ficar cheio de combustível. Logo depois, Mussum, com um chapéu de palha, aparece dentro de um barco com uma vara de pescar.

Didi é arremessado para um palco no qual aparecem os outros três integrantes que o recebem. Os quatro personagens olham para a câmera, e entra a logomarca do grupo. Note-se que Didi aparece em duas pequenas situações cômicas e os demais, somente uma vez, o que evidencia o seu papel como personagem principal. Apesar de ser uma vinheta de abertura, essa se constitui em pequenas narrativas cômicas. Segundo Morin , p. Todas essas situações remetem diretamente à narrativa dos esquetes televisivos.

As entrevistas podem ser consideradas materiais desprendidos do texto original, mas que contribuem para o contato com a obra de origem. O quarteto comenta o sucesso alcançado em diversas frentes, desde o circo até os personagens em desenhos, que eram criados para a sua marca. Inicialmente, Leda Nagle apresenta cada membro do quarteto e suas origens.

Ato contínuo eles começam a falar do circo e dos shows. É pior para nós. É pior pro texto. É só uma boa piada? O que que é? O meu ponto de vista. Quando cheguei a trabalhar aqui com o Dedé, a Didi primeira vez, a gente foi fazer um show, a gente escolheu, mas, as piadas melhores. As melhores que tinha.

Fomos fazer o show, mas o povo olhava, fazia aquele sorrisozinho Quer dizer, nós temos que usar o corpo para rir. Acesso em 19 ago. E a gente vai por aquele caminho.

Leda Nagle: Bom, valeu, né? Acesso em: 01 jul. Figura still frame do filme Making a living Fonte: recorte do autor. No segundo filme de Chaplin, Kid auto races at Venice Corrida de automóveis para meninos, no Brasil , a narrativa se passa numa corrida de automóveis que se realiza numa praia de Los Angeles Estados Unidos , chamada Venice.

Chaplin interpreta, pela primeira vez, o Vagabundo. Ele faz o papel de um espectador de uma prova de corrida que incomoda e interrompe um cinegrafista para aparecer, a todo custo, na filmagem e atrapalha toda a corrida de carros. Figura still frame do filme Kid auto races at Venice Fonte: recorte do autor. Ao encontrar uma moça, ele a tranca num quarto e começa uma correria cheia de tropeços e confusões que envolvem o amante dela.

Didi, em determinado momento, coloca um pedaço de madeira em frente ao Dedé, para poder ganhar vantagem. O mesmo acontece, de forma mais implícita, com os demais personagens: Dedé, Mussum e Zacarias que, num sentido mimético, aludem às comédias da Keystone Studios, protagonizadas por Charles Chaplin, no começo do século XX.

Tudo conspirava para que se fizessem piadas e escrachos de todo esse contexto, com o intuito de provocar o riso nos espectadores.

Conforme Eco , p. As telenovelas também comunicam os estereótipos, que representam as mais diversas regiões do país, e tornam-se um representativo produto de mídia. Figura still frame do esquete Os tatuadores Figura still frame do esquete Os tatuadores Trapalhões Trapalhões Fonte: recorte do autor.

Depois de finalizada a tatuagem, a personagem se retira do ambiente e aparecem Dedé e Mussum. Aparece, novamente, uma fala que remete ao contexto da telenovela. Figura still frame do esquete Os tatuadores Trapalhões Fonte: recorte do autor. Nele se faz piada dos personagens e de suas falas, assim como zomba da diferença de idade de Zé Inocêncio e Mariana, elementos estes, que remetem diretamente à obra de origem.

É uma crítica ao falar de si mesma. Ouvem-se risadas e, em seguida, Dedé diz que deveriam ensaiar um quadro em que ele faz o papel de um médico e Mussum, o de um enfermeiro. Naquele momento, o diretor do programa, Wilton Franco, é mencionado, o que corrobora um exercício de metalinguagem.

Marcondes Filho , p. Dessa forma, Os Trapalhões provocavam o humor a partir do exercício da metalinguagem e referenciavam produtos televisivos da própria emissora na qual seus programas eram exibidos. Logo após a conversa de Mussum e Dedé com a contrarregra Mônica, Didi entra em cena tra vestido de Perpétua ver figuras 27, 28 e Figura still frame do esquete Perpétua Figura still frame do esquete Perpétua desempregada desempregada Fonte: recorte do autor.

Todos começam a conversar sobre a telenovela recém encerrada. Na sequência, Dedé menciona que ela poderia ganhar dinheiro se explorasse o assunto sobre a grande curiosidade que girava em torno da telenovela Tieta, que era a caixa de segredo da Perpétua. Dedé diz que ela poderia vender os objetos de dentro da caixa, o que lhe renderia algum dinheiro.

Contudo, ele apresenta, em sua obra, a sua quinta categoria, a arquitextualidade, antes da quarta. O termo hipertexto também reporta-se aos anos de e os de , em que se tentava criar um hipertexto por meio do computador, independente da internet, com intuito de ligar um texto a outro Para transformar um texto, pode ser suficiente um gesto simples e mecânico [ A hipertextualidade, portanto, é uma classe de textos e existe por meio do trânsito textual e com diferentes aspectos.

Segundo o referido teórico id. O esquete inicia com Mussum tra vestido de Branca de Neve. Figura still frame do filme A Branca de Neve e os Figura still frame do esquete O grotóco do sete anões caqui 47 Fonte: recorte do autor. Figura still frame do esquete O grotóco do caqui Fonte: recorte do autor.

Caipirinha de quê? Figura still frame do esquete O grotóco do caqui Figura still frame do esquete O grotóco do caqui Fonte: recorte do autor.

Em instantes, aparece Dedé vestido de príncipe com trajes cor-de-rosa. Figura still frame do esquete O grotóco do Figura still frame do esquete O grotóco do caqui caqui Fonte: recorte do autor. Dedé começa a se esquivar de beijar Mussum, até que Didi faz o ato acontecer forçadamente.

Em seguida, aparece outro príncipe, interpretado pelo cantor Fagner. Samoyault , p. Os produtos da mídia televisiva de Os Trapalhões, conforme discutidos no segundo capítulo desta tese, apresentavam-se de forma hipertextual. Tanto os filmes de cinema, quanto os quadrinhos, podem ser considerados paratextos comerciais do universo televisivo do grupo.

A cultura é produzida de forma a ser lucrativa e é divulgada como se fosse uma mercadoria. Sob uma perspectiva semiótica, Scolari , p. O fenômeno dos produtos da mídia de Os Trapalhões se insere no que Jenkins , p. Tiveram uma série de produtos licenciados e narrativas em diferentes meios, por muitos anos, que iam de revistas em quadrinhos aos jogos eletrônicos.

A melhor fase, mais frutífera e lucrativa do grupo, foi entre os anos das décadas de e de , na TV Globo. Entretanto, foi nos Estados Unidos, entre as décadas de a de , que Max Linder , Harold Lloyd , Harry Langdon , Ben Turpin , Charles Chaplin e Buster Keaton começaram a universalizar, cada vez mais, o gênero da comédia e tornaram-se uma espécie de referência mundial. Alguns historiadores consideram o filme The curtain pole , David W.

No Brasil, poucas eram as pessoas que tinham aptidões para trabalhar com câmera de cinema e o pouco que se produzia era feito com operadores estrangeiros que sabiam manejar os equipamentos. O gênero de filmes predominante no país, entre as três primeiras décadas do século XX, foi a comédia popularesca; embalada, geralmente, por musicais. Dois filmes curtos de comédia foram rodados, logo em seguida, por Antonio Leal: Os capadócios da cidade nova e O comprador de ratos O autor ainda enfatiza que essas obras trazem a mais pura marca de um cinema subdesenvolvido, um fator cultural muito mais próximo à vida do espectador brasileiro do que aos produtos culturais norte-americanos.

Entre os anos de e os de , Mazzaropi deu início à uma fase caipira do cinema brasileiro que perdurou por mais de 20 anos. Os Trapalhões podem ser vistos como artistas híbridos do cinema brasileiro. RAMOS, , p.

O diretor Josip Bogoslaw Tanko , conhecido artisticamente por J. Tanko, foi um croata que fixou residência no Brasil, nos anos de , e foi parceiro dos filmes do grupo por um longo período. Em , é filmado Os Trapalhões no planalto dos macacos J. Esse filme teve uma das maiores bilheterias do cinema brasileiro, com mais de 5 milhões de espectadores. Nessa época, o grupo entrou em uma nova fase no cinema, na qual as paródias a obras estrangeiras começaram a ter um cunho mais social, e as causas e problemas regionais brasileiros eram defendidas.

Em , foi gravado também Os saltimbancos Trapalhões J. Tanko , considerado um marco na carreira do quarteto. Com gravações realizadas em Hollywood, é perceptível, conforme Ramos , p. Os autores Ferraraz e Cunha ainda complementam que: [ Enfim, trata-se, portanto, de um claro exemplo de um blockbuster-high concept- brazuca. Tanko e Os Trapalhões na serra pelada J. Na narrativa do filme, segundo Ramos , p.

Em é adaptada pela segunda vez54, para o cinema, a peça de Ariano Suassuna, Auto da compadecida , que se tornou o filme Os Trapalhões no auto da compadecida, roteirizado e dirigido por Roberto Farias. Conforme Ramos , p. Conforme Jacques Aumont e Michel Marie , p. Alguns filmes somente apareciam Didi, ou Didi e Dedé. Todos eles foram incluídos na lista proposta por Ramos. Lunardelli faz um reordenamento da lista de filmes e insere também os que foram produzidos em , quando o grupo esteve separado.

Os Trapalhões - Todos os Filmes Clássicos Nacional (1972) Download DVDRip

Produções realizadas pela Disney, por George Lucas e Steven Spielberg, foram essenciais para conceituar e inspirar o cinema infanto-juvenil no mundo todo e, principalmente, o de Os Trapalhões, no Brasil. Manteve-se o filme Os Trapalhões no reino da fantasia inserido na lista por Lunardelli Apesar desses aspectos, Joly e Franco esclarecem que: Os Trapalhões foram oportunistas como nunca.

Conforme Melo , o cinema de Os Trapalhões foi um dos melhores exemplos acerca do poder da mídia televisiva no Brasil, comparado a qualquer outro meio. A frequência das exibições dos programas do grupo na TV Globo propiciava o nexo narrativo com o cinema e os demais produtos de mídia. O autor ainda esclarece que: No plano do enquadramento, a estória [sic] em quadrinhos é claramente devedora ao cinema de todas as suas possibilidades e de todos os seus vezos.

ECO, a, p. García-Canclini diz que as histórias em quadrinhos se tornaram componente central da cultura da contemporaneidade e têm uma extensa bibliografia que mescla com os signos e a literatura, desde o século XIX. Por vezes, seu autor apenas se utiliza dessas fontes, pois as julgou apropriadas e funcionais. Nos quadrinhos, Os Trapalhões tiveram três fases: uma pela Bloch Editores e, isoladamente, em , outra pela editora Abril e mais uma pela editora Escala Para Joly e Franco , as revistas em quadrinhos foram os produtos mais bem sucedidos da marca Os Trapalhões, além das lancheiras, dos estojos e dos jogos.

A trajetória deles nessa editora perdurou até o ano de e, isoladamente, os quadrinhos foram relançados em ; porém, com apenas três edições.

Conforme Joly e Franco , p. Ramone ainda complementa que: Escracho. E, por cima de tudo, uma boa dose de politicamente incorreto. Histórias sobre mulheres, bebidas, malandragem, machismo e violência no estilo caricatural dos cartuns, vale frisar ; piadas de teor sexual; brincadeiras com homossexuais e outros temas apimentados que hoje seriam tratados com excessiva delicadeza foram marcas registradas da revista dos Trapalhões na Bloch.

Além disso, os humoristas ficavam de olho no que era feito com sua imagem nos quadrinhos, muitas vezes emitindo sugestões à guisa de determinações sobre o visual e características da personalidade de suas respectivas versões cartunescas. Acesso em: 15 abr. Figura capa da revista Os Trapalhões, ed. A marca Os Trapalhões mudou de editora e passou para a segunda fase dos quadrinhos, na Editora Abril, em janeiro de , e seguiu os moldes propostos pelas estratégias de branding. Os Trapalhões passaram a ser retratados como crianças, diferentemente das edições publicadas pela Editora Bloch ver figuras 48, 49 e A linguagem cômica do grupo adulto foi a que transmitiu as características dos personagens dos quadrinhos e tinha, como alvo, as crianças de três a dez anos de idade.

É um contexto semelhante com o dos super-heróis, Batman ou Superman. A lógica do consumo sempre foi essencial para que todos os produtos da mídia de Os Trapalhões se mantivessem na ativa. Da mesma maneira foi lançada uma revista com o nome de A trupe do Didi. Nas histórias, Didi, assim como os coadjuvantes, eram retratados como adolescentes ou pré-adolescentes.

A Trupe do Didi, como foi denominada, acabou constituindo, talvez até mesmo por acaso, um grupo politicamente correto de personagens. E isso costuma ter alguma ressonância na sociedade. Acesso em 11 jul. Descreve também como essas narrativas eram construídas de forma hipertextual por meio de alusões, paródia, pastiche, entre outros com elementos advindos de fora de seu universo.

Algumas edições foram lançadas sem periodicidade e também com outros títulos. Figura still frame do filme Os fantasmas Trapalhões Figura still frame do filme Os fantasmas Fonte: recorte do autor. Trapalhões Fonte: recorte do autor. Com o auxílio de Augusto Gugu Liberato , eles partem em busca do valor escondido, mas precisam enfrentar os bandidos.

Além disso, era possível ter contato com uma narrativa alusiva ao universo de outro filme, que foi sucesso de bilheteria nos anos de , Os caça-fantasmas , Ivan Reitman. Figura still frame do filme Star Wars — episódio V: o império contra-ataca Fonte: recorte do autor. A narrativa do filme se passa na Amazônia brasileira e o enredo fica em torno dos quatro personagens e do grupo musical Dominó.

Eles partem para resgatar Angélica, filha do ministro do exército, que foi sequestrada pelo Rei Geraldo Del Rey e seus capangas. Os poderes de Didi também remetem aos personagens da franquia de filmes Star Wars, por moverem os objetos com a força do pensamento.

Figura still frame do filme Os heróis Figura still frame do filme Superman Trapalhões Fonte: recorte do autor. Figura still frame do filme Star Wars — episódio V: Figura still frame do filme Os heróis o império contra-ataca Trapalhões Fonte: recorte do autor. Figura still-frame do filme Querida, encolhi Figura capa da revista As aventuras dos as crianças Trapalhões, ed. Fonte: GUIA Isso também ocorreu em outras narrativas dos produtos da mídia da TV Globo.

Figura capa da revista Mad, n. De acordo com Kinder, a intertextualidade transmídia é um fenômeno voltado às narrativas que possuem elementos intertextuais de outras obras. Assim como a forma dessas narrativas se expandirem ou continuarem fora do seu meio de origem.

A autora também observa que: Even when young viewers do not recognize many of the specific allusions, they still gain an entrance into a system of reading narrative [grifo meu] — that is, a means of structuring characters, genres, voices, and visual conventions into paradigms, as well as models for interpreting and generating new combinations63 KINDER, , p.

A narrativa do filme Os heróis Trapalhões - uma aventura na selva, se utiliza de um fato da mídia mundial e brasileira que acabara de acontecer. A história fica em torno de uma possível bomba radioativa que seria detonada na selva. Questões ambientais, sobre o desmatamento da Amazônia, também eram divulgadas na mídia e a narrativa do filme passa uma mensagem de cunho moral e educativo sobre os tratamentos que os atores sociais devem ter com a natureza. Na história em quadrinhos Didi volta para o futuro Graphic Trapa, n.

Em quase toda a história é possível ter uma leitura intertextual da trilogia de forma alusiva e a outras narrativas de mídia, principalmente sobre histórias de viagens no tempo.

Eles passam próximo a uma nave, semelhante a de Jornada nas estrelas IV: a volta para a terra , Leonard Nimoy. Como se chama? Mas me diga A franquia de filmes, encerrada em , teve sua narrativa continuada em outras plataformas.

Os Trapalhões - Todos os Filmes Clássicos Torrent (Filme ) Nacional DVDRip

O mesmo fato ocorreu quando o grupo se separou, em As revistas continuaram a ser produzidas. A autora ainda comenta que: The supersystem coordinates the growth curves both of its marketable components and of its consumers, assuring young customers that they themselves form the nucleus of their own personal entertainment system, which in turn is positioned within a larger network of popular culture.

Os Trapalhões, portanto, concebem um supersistema de intertextualidade transmídia brasileiro. Da mesma forma, o grupo esteve presente em narrativas exteriores às deles, como em cena de telenovela, em outras histórias em quadrinhos, entre outros, o que os torna um perfeito exemplo comunicacional híbrido. Para o autor, o significado de convergência é: [ Conforme o referido autor, a convergência define transformações no mercado, nas tecnologias, nas culturas, na sociedade e permite que todo e qualquer consumidor seja atingido pela mensagem que é passada em diferentes plataformas de mídia.

Da mesma forma, as mudanças acontecem de acordo com o seu contexto e território. Na obra Hipermediaciones , Scolari explica que as tecnologias digitais têm favorecido a convergência de diversos tipos de informações em apenas um suporte de mídia. Um exemplo característico dessa convergência, na contemporaneidade, é o personagem Mussum, de Os Trapalhões.

Para Scolari , p. Os Trapalhões poderiam ser precursores de um modelo de narrativa transmídia brasileira do passado? Scolari , p. Rowling e de jogos eletrônicos como The Sims , o autor Jenkins atualiza e propõe alguns conceitos, amplamente, adotados nessa era das convergências de mídia. Todas essas narrativas saíram de seus meios originais e influenciaram outras produções culturais. O que mudou foi a facilidade para contar as histórias, devido aos mais diversificados meios existentes.

Elas podem ser realizadas de forma mais limitada, ou até mesmo em comunicações alternativas ou underground. Marie-Laure Ryan , em Narrativa transmídia e transficcionalidade, esclarece que toda narrativa transmídia pode aparecer numa variedade de espectros que se situam em dois polos.

O universo narrativo é um conceito que se faz sobretudo por senso intuitivo, mas é muito difícil defini-lo com rigor teórico. Universo [world] sugere um espaço, mas narrativa [story] é uma sequência de acontecimentos que se desenvolve no tempo. Acesso em: 28 ago. Todos faziam parte das estratégias de branding do quarteto.

E, no sentido de franquia, o grupo Os Trapalhões é entendido como uma franquia audiovisual do passado, sob os moldes dos blockbusters hollywoodianos. Most previous media franchises were based on reproduction and redundancy, but transmedia represents a structure based on the further development of the storyworld through each new medium. Acesso em: 27 ago. Em seguida, propagar-se-ia para outros meios, como o cinema — ainda nos anos de — e para as revistas em quadrinhos, nos anos de Jenkins , ao utilizar como exemplo Matrix para explicar o funcionamento de uma narrativa transmídia, explana que a obra exigia bastante dos seus consumidores.

O primeiro filme, de , deixava pistas do que realmente seria o universo da história e, ao mesmo tempo, instigava-os a buscar respostas na internet.

Todas as respostas viriam com o terceiro filme, lançado no mesmo ano, e esclareceria parte do universo da obra. Segundo Jenkins id. Cada produto determinado é um ponto de acesso à franquia como um todo.

Baixar Casamento dos Trapalhões MP4 Dublado MEGA

Para Scolari , toda narrativa transmídia se inspira e se desenvolve a partir da linguagem específica de cada meio, no qual é concebido um mundo multimodal que se expressa em diferentes plataformas. O autor ainda explica que as narrativas transmídia podem ser consideradas: uma estrutura particular de narrativa que se expande através de diferentes linguagens verbal, icônica etc.

BAIXAR DOS TRAPALHOES O CASAMENTO

Ao se ter produtos de mídia distintos de uma mesma narrativa, é possível atrair consumidores diferentes. Conforme Jenkins , p. Para concretizar o sonho, Angélica foge com o namorado, o cantor Conrado. Com o objetivo de encontrar sua filha, o pai contrata Os Trapalhões. This process of world-building encourages an encyclopedic impulse in both readers and writers.

Papai Eu Quero Me Casar

We are drawn to master what can be known about a world which always expands beyond our grasp. This is a very different pleasure than we associate with the closure found in most classically constructed narratives, where we expect to leave the theatre knowing everything that is required to make sense of a particular story. Acesso em: 25 ago. Somos atraídos para compreender o que pode ser conhecido sobre um mundo que sempre se expande para além do nosso alcance.

Isso também é possível notar em diferentes momentos da obra. Em seguida, aparece Didi, deitado numa carruagem que é conduzida por dois jumentos. No filme Os Trapalhões na terra dos monstros, a influência da linguagem televisiva se demonstra mais evidente. Os Trapalhões interpretam a si mesmos no filme, sem alterações nos nomes dos personagens e é mantido o nexo com a mídia de origem.

Piadas com a peruca de Zacarias, ou com a bebida e Mussum também aparecem. Mussum, por sinal, se autodenomina Kid-mumu no filme e, em determinado momento, aparece alcoolizado junto com os monstros Grunks. No filme A princesa Xuxa e Os Trapalhões, percebe-se uma narrativa simples e dinâmica. Esse fato valida o que Joly e Franco , p. As duas possuem personalidades fortes e lutam pela liberdade.

Apesar de Diron conseguir ler a mente de um soldado de Ratan — assim como acontecia com Luke Skywalker — Ratan também possui os poderes de leitura da mente e consegue fazer os soldados sofrerem, assim como Vader fazia nas narrativas dos filmes. Numa luta contra Diron, o personagem Ratan possui um chicote que remete ao famoso sabre de luz vermelha de Vader ver figuras 89 e Figura still-frame do filme A princesa Figura still-frame do filme Star Wars — episódio V: o Xuxa e Os Trapalhões império contra-ataca Fonte: recorte do autor.

Esse contexto faz referência à tropa dos soldados Stormtroopers e Scout troopers ver figuras 91, 92, 93 e 94 , do universo fílmico de George Lucas. O mesmo acontece no filme do quarteto, mas agora é a princesa Xaron Xuxa quem homenageia os heróis e constrói um novo mundo narrativo. Figura still-frame do filme Star Wars — episódio VI: o Figura still-frame do filme Os Trapalhões na retorno de Jedi terra dos monstros Fonte: recorte do autor.

Jabba, o Hutt, um gângster alienígena, da saga de George Lucas, tem muitas semelhanças físicas com o Lama, do filme do quarteto ver figuras e Figura still-frame do filme Star Wars — episódio VI: Figura still-frame do filme Os o retorno de Jedi Trapalhões na terra dos monstros Fonte: recorte do autor.

Os personagens Ewoks, segundo Taylor foram criados por Lucas com o objetivo de atrair a simpatia das crianças, para conquistar novos consumidores da saga. Segundo Campos , p. Um texto pode criar diferentes consumidores implicitamente.

Em todo o enredo é possível ter tanto o contato com narrativas exteriores, quanto com outros filmes e situações.

CASAMENTO BAIXAR TRAPALHOES O DOS

O título da obra, arquitextualmente utiliza o nome de Xuxa que possui outro nome na narrativa, Xaron e o do grupo. Em todo o enredo do filme, Xuxa tem um papel de protagonista, bem como o quarteto. Nos quadrinhos das edições de As aventuras dos Trapalhões, portanto, é possível ter contato com as obras como Z. Figura Z.

Fonte: As aventuras dos Trapalhões , ed. Assim como em Z. Zacagrant Zacarias que parodia o Dr. Figura still-frame do filme Jurassic park Fonte: recorte do autor.

Tanto Z. Portanto, as narrativas de Z. Essas produções em quadrinhos de Os Trapalhões incentivavam o consumo da cultura brasileira interpenetrada pela estadunidense, por meio de hipotextos audiovisuais.

A narrativa de Didiana Jones em busca do ioiô sagrado fica em torno dos três personagens de Os Trapalhões. Essa narrativa em quadrinhos, assim como as demais edições de Os Trapalhões, possuíam os mesmos elementos das que eram publicadas paralelamente: contatos e alusões com narrativas externas ao grupo e num exercício de metatextualidade de forma autorreferencial do quarteto.

Em diferentes partes da narrativa é mencionada outra história de As aventuras dos Trapalhões ed. Numa dessas histórias do grupo, Caçadores da arca sumida , ed.

BAIXAR DOS O CASAMENTO TRAPALHOES

É fria! Que lugar é este? E assim termina uma das partes da história ver figura Em nenhum momento da narrativa, na referida história em quadrinhos, é possível ver que a pedra se aproxima do personagem e esse fato induz o leitor a concluir ser essa uma cena que remete ao filme de origem79, de ver figura , ou que pode ser complementada ao ler as histórias das edições 34 e 42, de As aventuras dos Trapalhões, publicadas em e em Conforme Santos , p.

Dessa forma, as narrativas transmídia potencializam uma polifonia que tem origem na quantidade de histórias e personagens que se cruzam a partir de diferentes perspectivas e meios. O leitor pode entender, perfeitamente, qualquer uma das narrativas de Didiana Jones, sem ter lido as demais ou ter visto os filmes de origem.